• (15) 3233-6372

  • (15) 99820-2960

  • 10h - 12h | 13h30 - 20h30

  • Segunda a Sexta

Dermolipectomia de Coxas e Braços

Indicação 

Com o envelhecimento, após grandes emagrecimentos ou alternância de períodos de ganho e perda de peso, é comum que ocorra um abaulamento flácido da porção interna das coxas. Isto se deve ao excesso de pele formado pelo estiramento desta durante o período de sobrepeso. 

Devido ao fato da pele interna da coxa relativamente fina, ela não contrai o suficiente após a perda de peso, acarretando o excesso de pele no local. A dermolipectomia de coxas visa retirar o excesso de pele, proporcionando um contorno da coxa mais natural e menos flácido.

Tempo de internação


Geralmente entre 24 e 48 horas, dependendo da recuperação e da orientação do médico.

Tipo de anestesia

A anestesia pode ser a peridural ou a geral.

Pós-operatório


Os pontos são retirados entre sete e 20 dias. Drenos podem ser usados em raras ocasiões, com retirada em até 24 horas.

O paciente deve evitar o excesso de movimentos, principalmente abrir muito as pernas, visto que a cicatriz se encontra próximo à virilha e será forçada nestes casos. 

A tração natural exercida na cicatriz pelo andar e pela gravidade leva comumente a cicatriz a apresentar um alargamento nos primeiros meses. Quanto menor for a tração sobre a cicatriz, menor será o seu alargamento.

Complicações


Dentre as complicações possíveis, podem ser citadas: acúmulo de sangue (hematoma), acúmulo de líquido (seroma) e dor. Entre as complicações raras estão: infecção, sofrimento da circulação da pele (necrose), abertura da sutura (deiscências), tromboses venosas e problemas anestésicos. 

Resultado definitivo


O resultado definitivo da dermolipectomia de coxas é atingido após 6 meses da cirurgia, período necessário para a acomodação dos tecidos e amadurecimento da cicatriz.


Dermolipectomia de braço

Indicação


Com o envelhecimento, após grandes emagrecimentos ou alternância de períodos de ganho e perda de peso, é comum que ocorra um abaulamento flácido da porção posterior do braço. Isto se deve ao excesso de pele formado pelo estiramento desta durante o período de sobrepeso ou da perda de turgor da pele devido à idade. Por ser a pele posterior do braço relativamente fina, ela não contrai o suficiente após a perda ponderal, acarretando o excesso de pele local. 

A dermolipectomia braquial (do braço) visa retirar este excesso de pele, proporcionando um contorno do braço mais natural e menos flácido.

Tempo de internação


Geralmente 24 horas.

Tipo de anestesia


Geralmente a anestesia geral.

Pós-operatório


O paciente deve evitar o excesso de movimentos, principalmente levantar os braços acima dos ombros, por 30 dias, visto que a cicatriz se encontra na axila e será forçada nestes casos. Quanto menor for a tração sobre a cicatriz, menor será o seu alargamento.

Complicações


Dentre as complicações possíveis, podem ser citadas: acúmulo de sangue (hematoma), acúmulo de líquido (seroma) e dor. Entre as complicações raras estão: infecção, sofrimento da circulação da pele (necrose), abertura da sutura (deiscências), tromboses venosas e problemas anestésicos. 

Resultado definitivo


O resultado definitivo da dermolipectomia de braços é atingido após 6 meses da cirurgia, período necessário para a acomodação dos tecidos e amadurecimento da cicatriz.

As informações aqui colocadas correspondem ao mais habitual, podendo haver alterações de paciente para paciente. Por isso a consulta médica é indispensável.

Estamos preparados para te ajudar!
Nós somos acessíveis a você para questões ou preocupações que possam surgir.


ligue agora
(15) 3233-6372

ou